Libra - Vivendo a Própria Sombra II



Estes mantém a aparência de casal por causa da criança, ou por sua própria aparência social. O fato é que a criança libriana é exposta desde sempre a apegar-se  demais a ambos os pais sob pena de perder um ou os dois. A criança acreditará que foi responsabilidade dela a separação ou de mante-los juntos. Nunca descobrirá se podia fazer algo ou nada e essa dúvida sempre existirá. Desenvolverá o sentido para lapidar (eles gostam muito deste termo) a diplomacia, com a intenção de sobreviver a essa insanidade emocional e desarmonia de sentimentos. O reflexo externo será a excessiva preocupação com a necessidade de ser aceita socialmente e ao mesmo tempo a grande raiva com os pais . Nenhum ser deveria ser exposto a isso, mas como será inevitável, essa criança crescerá e travará com a sua Sombra o jogo de equilibrar-se entre bloquear qualquer relacionamento pleno e manter-se preocupado com os outros.