Demeter - o mito de Virgem III





Só a papuola lhe era consagrada, não só porque cresce dos trigais, como também porque Júpiter fez com que Ceres comesse para dar-lhe sono e por conseguinte, uma trégua à sua dor. Em Creta, na Sicília, na Lacedemônia e em muitas outras cidades do Peloponeso, celebravam-se periodicamente as Eleusínias, ou os mistérios de Ceres. Inegavelmente são esses os mais notáveis passando à Roma, onde subsistiram até o reinado de Teodósio. Estes mistérios eram divididos em grandes e pequenos. Os pequenos eram uma preparação para os grandes; celebravam-se perto de Atenas, às margens do Ilisso. Eles conferiam uma espécie de noviciado. Depois de certo tempo, mais ou menos longo (?), o noviço era iniciado nos grandes mistérios, no templo de Elêusis, durante a noite. Quatro ministros presidiam as cerimônias da iniciação. O primeiro era o hierofante, ou o que revela as coisas sagradas; o segundo dodonque ou chefe dos lampadóforos; o terceiro ou hierocerice, ou chefe dos arautos sagrados; o quarto, o assitente do altar, cuja vestimenta alegórica representava a lua. O arconte-rei de Atenas era o superintendente das festas de Elêusis.