Escorpião Perseu I





A partir disto ele usará a cabeça como arma para petrificar os inimigos. Do sangue que brotou do corte da cabeça, nasceram Pégaso e Crisaor. Enquanto voava de volta, as gotas de sangue que brotavam da cabeça se transformavam em serpentes. Pégaso era o cavalo alado que irá para o Palácio de Júpiter, ser domado por Minerva, e desde então ficará a serviço dela ou de seus favoritos. Crisaor era gigante e nasceu com uma espada de ouro na mão (origem do seu nome: espada + ouro). Casou-se com Calírroe, filha de Oceano e de Tétis, de cuja união nasceram as Equidna, metade serpente e metade ninfa, a Quimera, outro monstro e o gigante Gérion. Também faziam parte da família, Tífon, outro gigante, o cão Cérbero, a Esfinge, a Hidra de Lerna, etc. Perseu montado no Pégaso, vai a Mauritânia, onde o rei Atlas, advertido pelo oráculo para ter cuidado com o filho de Júpiter, recusou dar-lhe hospedaria. Foi petrificado e transformado na cadeia de montanhas com seu nome.