Interação dos elementos








Fogo x Terra
Jung chamou os tipos do Fogo de 'intuitivos' e os tipos da Terra de 'sensitivos'. Fogo e Terra, na verdade, são maneiras opostas de lidar com a realidade. Se você tiver os dois elementos em equilíbrio em seu mapa astral, haverá uma espécie de 'discussão interna' entre esses dois elementos, que simbolizam necessidades muito diferentes. Será importante você aprenda a atender a ambas as necessidades e impulsos.
Entretanto, se um estiver em 'vantagem', você possivelmente irá atrair pessoas que tenham o outro elemento bem representado. A tendência pode ser 'combater' as idéias transmitidas por essas pessoas, que são opostas as suas, mas você ganharia mais se tentasse aprender algo com elas.
O Fogo lida com a realidade tentando ultrapassá-la, superá-la. Carrega, dentro de si, a figura do herói e se insurge contra os limites da realidade. Impacienta-se com limpeza, trabalhos rotineiros. Além disso, busca a aventura e a excitação. Quer viver o lado alegre e ilimitado da vida. É um 'criador' por essência, não gostando de se restringir a métodos consagrados. Seu atributo mais forte é a intuição.
A Terra lida com a realidade tentando adaptar-se a ela. Não espera vencer a realidade, por isso o seu sucesso consiste no modo como consegue utilizá-la a seu favor. Carrega, dentro de si, uma perspectiva realista de si mesmo e do mundo ao redor. Seu impulso é o de criar segurança e estabilidade. Quer 'construir' coisas em sua vida. Prefere ter um apartamento mobiliado a uma viagem ao redor do mundo (que seria escolhida pelo Fogo). Utiliza métodos consagrados, pois eles já provaram o seu sucesso no enfrentamento da realidade. Seu atributo mais forte é a sensação.
Comparando a criança do Fogo e da Terra em seu desempenho escolar, a criança do Fogo se destacará em trabalhos criativos e também em atividades esportivas ou que necessitem de liderança. Entretanto, a criança Terra terá um desempenho médio em todas as matérias, saindo-se melhor naquelas que necessitam de paciência, cuidado e persistência.


Ar x Água
Jung chamou os tipos do Ar de 'racionais' e os tipos da Água de 'sentimentais'. Ar e Água são maneiras opostas de interpretar a realidade. Se você tiver os dois elementos em equilíbrio em seu mapa astral, haverá uma espécie de 'discussão interna' entre esses dois elementos, que simbolizam necessidades muito diferentes. Será importante que você aprenda a atender a ambas as necessidades e impulsos.
Entretanto, se um estiver em 'vantagem', você possivelmente irá atrair pessoas que tenham o outro elemento bem representado. A tendência pode ser 'combater' o modo de ser dessas pessoas, que é oposto ao seu, mas você ganharia mais se tentasse se relacionar com essas pessoas e 'despertar' em si o que está faltando em você.
O Ar interpreta a vida segundo sua mente, segundo aquilo que entende, pensa, vê e racionaliza. Tem facilidade em compreender opiniões e modos de viver diferentes. Por essa razão é, também, mais independente. Tem um lado que observa a ética ou a justiça. Tem facilidade em lidar com os relacionamentos com base no diálogo e no entendimento. Tem as faculdades de abstração e compreensão altamente desenvolvidas. O Ar está mais associado à figura do pai, que precisa ter uma identificação ética com os filhos.
O Individuo Água interpreta a vida segundo seus sentimentos, percepções internas, pressentimentos e inclinações. Tem facilidade em entrar em contato com os sentimentos das pessoas e compreender suas ações com base nesses sentimentos. Sabendo da força dos sentimentos, tende a ser mais dependente e criar laços. Não se inclina a decidir pela ética e sim por suas necessidades ('gosto, não gosto, preciso, não preciso'). Tem facilidade em lidar com os relacionamentos com base no vínculo emocional. Tem uma intuição muito desenvolvida a respeito do mundo interior das pessoas, embora nem sempre consiga explicar como percebeu determinadas coisas. A Água está mais associada à figura da mãe, que se liga aos filhos por sentimento, independente do que quer que eles façam.
Quando juntos o Ar e Água desenvolvem diálogo com base no Pensamento e Emoção. Quando não se entendem, a Água acha o Ar frio e insensível, o Ar acha a Água irracional e dependente. Quando procuram o entendimento, a Água oferece consolo e empatia para o Ar, enquanto o Ar oferece para a Água compreensão e maior distanciamento.

Então..
No seu mapa astral, sempre haverá uma ênfase e uma falta de um elemento. A ênfase indicará seu modo predominante de lidar com a vida, e a falta indicará aquilo que você deve buscar para se tornar completo, seja através de pessoas ou de situações. A conscientização de como os elementos estão distribuídos em seu mapa pode ajudá-lo a entender melhor porque algumas coisas são tão fáceis e outras são mais difíceis. Por exemplo, você pode achar tremendamente fácil lidar com a realidade e ser eficiente, mas pode achar difícil liberar sua criatividade e acreditar em sua intuição. Você também pode se ver como uma pessoa monótona ou sem graça. Isso significa que você tem bastante Terra e pouco Fogo, e, se tiver consciência disso, tentará enxergar em si sua criatividade, despertando e aliando-a a sua maneira eficaz de lidar com a realidade.