Capricórnio e a riqueza


Naturalmente a cabra é associada a riqueza e a voracidade. Deste aspecto vamos compreender que o capricorniano terá na família a figura paterna muito respeitada, mas não se envolve com a estrutura familiar, fazendo com que o poder esteja concentrado e parece ser todo da figura feminina. Dará ênfase aos aspectos tradicionais, alimentando nele a capacidade de transformar e consolidar bem como a liderança necessária para que assuma algum dia o controle. Aqui ela travará com ele atenção redobrada para que saiba controlar tudo. É fácil compreender outro mito com essas características: Maria, mãe de Jesus. É ela que dará corpo, ao filho que sucede ao pai e que precisará morrer e renascer implementando a nova ordem.

 Essa característica se reincidente na vida do carpicorniano, a necessidade de construção e desconstrução, seguida de progresso. É natural que ele na primeira metade da vida experimente a vida pelo lado festivo e a segunda metade pelo lado do compromisso e realidade material. O capricorniano viverá com as perspectiva do pai e do filho dentro de si. Ele é o ponto de encontro do antigo e do novo.

 Portanto ele será aquele que inciará o filho na arte de viver, lembrando o que aprendeu com o pai exigente. Como isso deve ocorrer inicialmente com ele mesmo, que é quando ele descobre a redenção que acompanha aquelas lições.