Aquário - O Senhor da Luz

O Aquariano experimentará o aspecto de conflito entre Zeus e Cronos ou o quanto de liberdade deve ser proporcionada, bem como o gosto pela estética. O ser humano experimenta ciclicamente a tentativa da consciência de ampliar-se e ao mesmo tempo a necessidade de limitar-se para manter a integridade. Como resultado experimenta a frustração das duas situações.

Há no aquariano a necessidade de compartilhar, como se fosse intrínseco a sua existência esclarecer publicamente ou divulgar algo. No entanto precisará confrontar se isso é uma expressão ética.

Se não for, irá se auto-recriminar, gerando uma cadeia interminável.

Como Prometeu que foi condenado a ser bicado em seu fígado durante o dia e ao anoitecer  regenerar-se, para voltar a ser dilacerado no dia seguinte, o aquariano ficará incapacitado de acionar a sua vontade a ponto de colocar em pratica os seus projetos, mesmo tendo essa criatividade conceitual, altruísmo inato e tantos planos. Estamos diante das questões onde o consciente auxilia o inconsciente a se desenvolver pois do que vale o conceito sem a prática? São esses elementos de uma corrente que se completam entre criador e criatura. Como sanear as necessidades pessoais e as do grupo sem que haja um profundo questionamento de quando esta ou não sendo egoísta e do que deve ou precisa fazer?









A criança de aquário vivenciará na família o pai que vive na sua própria mente, entregue a interesses incomuns em questões

políticas,

religiosas ou

filosóficas. Portanto essa criança será compelida a crescer para obter a provação paterna, pois ela sente como se houvesse uma diferença entre ela e os outros, fazendo com que ela desenvolva uma sensação de não se sentir parte ou a busca por algum lugar onde ela possa se sentir membro. Normalmente isso é acompanhado de isolamento e dificuldade em lidar com as emoções. Isso alimentará a necessidade de procurar os grupos

 em que possa interagir, ser parte, e também continuar a expansão da criatividade conceitual em que sente um prazer pessoal  questionando a realidade. Com tal ambiente impessoal, a privilégio das idéias, do intelecto e das palavras e nenhuma reação emocional ocasionará no futuro a dificuldade nos relacionamentos íntimos com o sexo oposto. Isso provoca na mulher a dificuldade em conviver com a própria feminilidade e se homem em aceitar o que vem de uma mulher. Com a prevalência do masculino e a redução do poder feminino, portanto a perda do aspecto emocional, instintivo é a consequência natural.  Isso pode ser notado pelo aquariano pelo gosto em preferir as questões masculinas, idéiais e presença.

No mito, Prometeu se envolve somente com Palas Atena, deusa pouco amiga de Hera, virgem e nascendo da cabeça do pai, totalmente armada.